sábado, 26 de junho de 2010

Kafka à Beira-Mar


Título: Kafka à Beira-Mar

Título Original: 海辺のカフカ (Nos EUA: Kafka on the Shore)

Primeira Publicação: 2002

Primeira Publicação em Portugal: Março de 2006

Tradutora: Maria João Lourenço

Editora: Casa das Letras

Páginas: 589

Preço Editor: 21,00€

Sinopse: Kafka à Beira-Mar narra as aventuras (e desventuras) de duas estranhas personagens, cujas vidas, correndo lado a lado ao longo do romance, acabarão por revelar-se repletas de enigmas e carregadas de mistério. São elas Kafka Tamura, que foge de casa aos 15 anos, perseguido pela sombra da negra profecia que um dia lhe foi lançada pelo pai, e de Nakata, um homem já idoso que nunca recupera de um estranho acidente de que foi vítima quando jovem, que tem dedicado boa parte da sua vida a uma causa - procurar gatos desaparecidos.
Neste romance os gatos conversam com pessoas, do céu cai peixe, um chulo faz-se acompanhar de uma prostituta que cita Hegel e uma floresta abriga soldados que não sabem o que é envelhecer desde os dias da Segunda Guerra Mundial. Assiste-se, ainda, a uma morte brutal, só que tanto a identidade da vítima como a do assassino permanecerão um mistério.
Trata-se, no caso, de uma clássica (e extravagante) história de demanda e, simultaneamente, de uma arrojada exploração de tabus, só possível graças ao enorme talento de um dos maiores contadores de histórias do nosso tempo.

3 comentários:

Cris =) disse...

Já li e adorei!

Deixo uma pequena sugestão: porque não colocam para cada livro o link para crítica que já publicaram no Lydo e Opinado?

Anónimo disse...

Foi o primeiro livro que li do Murakami. Andei meses a mirá-lo, a admirar a capa ( gosto muito de gatos ), a ler páginas ao acaso,à espera que o preço baixasse:P E assim que apanhei uma promoção trouxe-o para casa. Uma alegria ter finalmente aquele volume comigo. Este livro deixou-me completamente boquiaberta,nunca havia lido um autor como Murakami. Andreia

t i a g o disse...

Cris,
é engraçado porque este é dos poucos que ainda não li dele, embora o tenha na estante para ser devorado ainda este ano! Quanto à sugestão que deste, nós já tínhamos pensado nisso, e vamos pô-la em prática brevemente - não só a crítica do Lydo, como as críticas que encontrarmos pela blogosfera fora! :D

Andreia,
eu também aproveitei uma promoção de 40% de desconto aqui há uns meses; que bom teres gostado tanto, até porque normalmente quem começa a ler Murakami por este livro encontra uma escrita radicalmente surreal, daí que não costume aconselhar a começar por este livro. Mas que bom!! :D

Obrigado a ambas pelos comentários!